Balança comercial tem superávit de US$ 8,77 bilhões em novembro

Geronimo Stuart
Geronimo Stuart
4 Min Read

Em novembro, as exportações somaram US$ 27,82 bilhões, enquanto as importações, US$ 19,044 bilhões

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 8,776 bilhões em novembro de 2023, abaixo do resultado positivo de US$ 8,959 bilhões alcançado em outubro. No ano, o saldo está positivo em US$ 89,285 bilhões.

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) divulgados nesta sexta-feira (1º).

Em novembro, as exportações somaram US$ 27,82 bilhões, enquanto as importações, US$ 19,044 bilhões. Comparado ao mesmo período do ano passado, as exportações tiveram crescimento de 0,6%. Já as importações retraíram 11,2%.

A corrente de comércio diário atingiu os US$ 2,3 bilhões e o saldo, também por média diária, foi de US$ 438,78 milhões. Comparando com novembro do ano passado, houve queda de 4,6%.

O saldo comercial, de janeiro a novembro, bateu recordes na série histórica iniciada em 1989. No período foi registrado US$ 89 bilhões, “um recorde absoluto”, informou o MDIC.

Segundo o diretor de Estatísticas e Estudos de Comércio Exterior, Herlon Brandão, o último recorde havia sido em 2022, com US$ 61 bilhões.

Ele ainda informou que houve recorde na exportação, nos onze meses deste ano, em US$ 310,6 bilhões, cerca de US$ 2,8 bilhões a mais que no mesmo período do ano passado.

No recorte por setor no acumulado de janeiro a novembro, comparando com igual período do ano anterior, o desempenho dos setores pela média diária foi o seguinte: crescimento de US$ 25,31 milhões (8,2%) em Agropecuária; crescimento de US$ 5,72 milhões (1,9%) em Indústria Extrativa e queda de US$ -26,48 milhões (-3,6%) em produtos da Indústria de Transformação.

US$ 1 trilhão em 2030
Em discurso na COP28 na Arábia Saudita, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que os planos do Brasil são aumentar o fluxo de comércio com a Arábia Saudita com produtos de maior valor agregado.

Lula destacou que é possível o Brasil sonhar com uma balança comercial de US$ 1 trilhão em 2030.

“Eu acho que se o Brasil assumir a responsabilidade pelo tamanho que tem e pela importância que tem na geopolítica, eu queria dizer aos nossos ministros, aos empresários aqui, a gente pode sonhar em 2030 a gente ter uma balança comercial de US$ 1 trilhão”, disse.

No entanto, os especialistas do MDIC não tem a mesma certeza. Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira, Herlon Brandão disse que não há análise técnica no discurso do presidente.

“Esse dado citado pelo presidente não foi nosso. Foi mais de um desejo de governo, não que seja uma previsão que estejamos fazendo”, afirmou.

Brandão ainda destacou que a perspectiva de crescimento para o próximo ano está comprometida, pois o cenário agropecuário brasileiro e externo estão limitados.

“É muito difícil manter taxas de crescimento elevadas por muitos períodos. Temos expectativa de que a safra não vai ser igual a esse ano no ano que vem. A demanda do exterior é mais limitada também, com taxas de juros mais elevadas”, disse.

Share This Article
Leave a comment